Enter your keyword

Texto Convite

Tudo se move no universo... E você?

Não sei se você já percebeu mas, enquanto estamos parados, o mundo ao
nosso redor se movimenta! Uau, que constatação fantástica! Será que não
haveria outra coisa mais interessante e um pouco mais complexa do que essa
para ser constatada? – poderia alguém se perguntar.
Seguramente! – respondo de pronto. Contudo, se o contexto que engloba a
constatação, assumir o da significação politica, ao sentido que um ser humano
pode dar a cada segundo da vida, penso que deveríamos refletir um pouco mais
sobre o ato algo inconsciente de se “deter nas nossas zonas de conforto” ao
mesmo tempo em que outros se movimentam.
Enquanto você está lendo essa mensagem, muitos estão trabalhando para
conquistar e/ou manter as cotas do “poder publico” nas suas mãos. Essa turma
que já é ou que pretende ser “profissional da politica, trabalha e muito. Dedicam-
se com todo afinco ao seu objetivo de “conquistar as mentes alheias” para seus
fins.
Enquanto você acha ridículo a tentativa de alguns de fazerem alguma coisa
— e você nada faz — muito estão fazendo para conquistar a sensibilidade das
novas gerações e aprisioná-las aos seus interesses, usando as velhas táticas do
engodo filosófico, da massificação de “mantras mentirosos” que se tornam
“verdades”, enfim, essa turma sabe fazer com a politica a mesma coisa que
muitos espertalhões fazem da religião para “aprisionar fieis seguidores aos seus
interesses”.
E você, o que está fazendo? Apalermado, deixando a vida passar,
reclamando de tudo e de todos sem saber o que fazer?
Quantas vezes você votou por interesse?
Sempre me faço essas perguntas e me incomodo bastante com as respostas
que possa dar às mesmas. Como cidadão planetário, convido a que você também
as enderece a si mesmo e procure respondê-las com honestidade.
A ideia do Instituo de Estudos da Política Planetária – IEPP, surgiu como
produto dessa reflexão, da percepção de não conseguir encontrar um modo de
utilizar a minha cidadania sem me sujar perante o que resta de consciência em
mim mesmo.
Criar um espaço legislativo virtual, estimular as pessoas a se candidatarem,
apoiar essas pessoas que doravante estarão compromissadas com o código
filosófico de conduta relativos aos princípios e propósitos elencados no IEPP, foi
a resposta criativa que consegui produzir para o meu ativismos pessoal.
Se você não sabe o que fazer com a sua cidadania e com o seu ativismo
politico, convido a que você reflita sobre as características de atuação do IEPP.
“Ah, mas não gosto de politica!” – poderá você pensar.
Também não gosto, mas é necessário, porque a politica é o processo que
move o mundo, querendo você ou não. Se você não cuidar dela alguém o fará, e
muitos espertalhões disso cuidam exatamente porque pessoas como nós dela
descuidamos.
Não sei se você está sentado enquanto lê esse texto, mas, saiba que nesse
exato momento, como em todos os demais, independente de hora, muitas
“raposas politicas” estão cuidando dos seus conchavos, parcerias,
financiamentos, produzindo mídia, e a vida segue adiante para eles que se
dedicam loucamente à política porque eles a adoram. Para eles, os ativistas

profissionais, a política é o pote de ouro das possibilidades. Enquanto isso… você
reclama, eu reclamo. E daí?
O que você fez de inteligente, nas últimas décadas da sua vida, em termos
de dedicação á politica? Pense sobre isso, porque muitos fizeram e a dominaram
por completo. Esses muitos infelizmente, são os que estão aí de quem você tanto
reclama.
Cadê você?
Faça alguma coisa por você mesmo, pela cidade em que mora e pelo planeta
em que vive!
Levante-se e lute pelos ideias e painéis que você deseja ver na vida. Eles
não cairão do céu e nem serão trazidos por nenhum astronauta angelical. Se a
decência e a honradez não forem produzidas pelos terráqueos, jamais isso
existirá nas nossas vidas.
Parafraseando Gandhi: seja o instrumento da mudança que você deseja
para o mundo!
Votar e reclamar somente, parece não ser o suficiente para essas mudanças.
Criticar os que se movimentam tentando fazer alguma coisa – muito menos.
Movimente a sua consciência! Reflita e aja!
O marasmo da sua consciência é a pior tragédia que você pode deixar como
legado para o mundo.
Participe.!
Seja criativo!
Movimente-se!
Ouse viver ainda que se pondo em risco!

Rogério Freitas – membro IEPP.